A Associação Mineira de Supermercados (AMIS) inicia 2020 estreando um novo mandato

Liderada pelo empresário Alexandre Poni, como Presidente do Conselho Diretor, a gestão 2020/2023, foi eleita em outubro na capital mineira, e tem seu primeiro dia de mandato em 1º de janeiro. Alexandre Poni é sócio-fundador da rede de supermercados Verdemar. Uma novidade desta gestão que se inicia é o fato de ser a primeira sob o novo estatuto da entidade, também aprovado em outubro. O novo estatuto alterou o prazo dos mandatos, que passaram de dois anos para três. Deste modo, a gestão 2020/2023 será a primeira a dispor de três anos para atuar. Assim como as gestões anteriores, a 2020/2023 é caracterizada por uma expressiva diversidade na direção da AMIS. Há entre os dirigentes, representantes de empresas de todos os portes e todas as regiões de Minas. Juntos, os associados da AMIS correspondem a de 90% a 95% das vendas do setor em Minas, que é hoje o segundo maior mercado supermercadista do País. Presidência executiva Outra novidade do estatuto recém aprovado é a volta do cargo de presidente executivo. A função existiu de 1996 a 2002 e foi exercida naquele período pelo executivo Claret Nametala, que retornou à entidade em 2016, como superintendente. Diferentemente do Presidente do Conselho Diretor da AMIS, que é eleito pelos associados, o presidente executivo é escolhido pelo Presidente do Conselho Diretor. Em Minas Gerais, o segmento supermercadista emprega cerca de 200 mil colaboradores de forma direta e representa um faturamento em torno de R$ 37 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *